GUARDA-RIOS

   
Quando as águas que corriam no Rio de Tornada que desagua na Concha de São Martinho do Porto eram límpidas, aos milhares, minúsculas enguias, vindas do Mar dos Sargaços, subiam o seu leito, para se desenvolverem nas ribeiras e riachos seus afluentes.
Abundava, também, um minúsculo peixe de água doce, aqui conhecido pelo nome de "reibaco"
Aqui e ali, ao longo das margens do rio, era então frequente a presença do guarda-rios, ocupando postos estratégicos de pesca.
Com a poluição das águas do rio pelos  dejectos das pecuárias que ao longo do seu percurso foram instaladas, desapareceram enguias, "reibacos" e guarda-rios.
Presentemente assiste-se a uma melhoria da qualidade das águas, mas os seus hóspedes tardam em regressar.