A andorinha das chaminés nidifica em chaminés, estábulos, barracões, minas, etc.

Ao contrário da sua homónima dos beirais, o seu número tem-se mantido mais ou menos estável.

É a primeira a chegar, mas também a primeira a ir embora.

Distingue-se da sua homónima por ter uma mancha "vermelho inglês" sob o bico, o dorso todo preto e a cauda bicuda, em forma de V.